terça-feira, 11 de maio de 2010

Há dores !






Há dores que de tão doída, parecem futucar a ferida.
Há dores que de tão forte, nos arremete a morte.
Há dores que tendo princípio, parecem que não terão fim.
Há dores que nos fazem saber, valores que devemos ter.
Há dores do corpo e dores da alma.


Há dores que são dos outros e nem tão ruim elas são.
Há dores que são as nossas e nos fazem perder a razão.
Há dores que são dissabores, da vida até então.
Há dores que são do hoje e outras que nunca serão.


As dores são marcos na história, que sempre nos traz a memória,
Invernos e também verão.
Há dores que foram ficando e outras que já não são.
As dores nos trazem o limite e nos mantém a razão,
Faz-nos evitar o perigo, de levar a vida em vão.

2 comentários:

  1. Existem dores que são providenciais... lindo
    texto
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Meu irmao lindo seus poemas!!! Beijos neste seu coracao e continue sempre passando seus pensamentos para estas palavras que formam tao lindos versos e prosas!!! Te amo!

    ResponderExcluir